Posted in:

Marketing Pessoal: o que é e como ser um vendedor excepcional

Aprenda as nossas melhores técnicas de marketing pessoal, e deixe sua marca por onde passar!

marketing pessoal o guia definitvo
Rate this post

Afinal, quem não é visto, não é lembrado?

Certamente!

Porém os vendedores que utilizam do marketing pessoal conseguem deixar sua marca e serão sempre lembrados (positivamente) por quaisquer lugares que passarem.

Não é a toa que essa técnica de venda vem sendo utilizada a anos pelos vendedores de maior sucesso no mundo.

“Mas, pera lá! O marketing pessoal é uma técnica de venda?”

Com certeza é! E vamos explicar porquê.

Se você não sabe qual produtos está vendendo ao fazer marketing pessoal, basta apenas dar uma boa olhada no espelho e ele estará lá!

Sim, você é o produto!


Apresentações chatas de vendas NUNCA MAIS! Conheça o nosso guia para apresentações matadoras!

A sua mente pode te ajudar a vender mais. Quer descobrir como? Clique aqui e leia esse post!


Em um meio competitivo, com um mercado cada vez mais cheio de vendedores iguais, se destacar não é luxo, é uma forma de sobreviver nas vendas!

Afinal, se você age igual a todos os outros vendedores, não pode esperar mais do que os mesmos resultados obtidos por eles.

Mas eu tenho certeza que os leitores do blog querem mais, certo?

Tenho certeza que VOCÊ quer MAIS da sua profissão. Sei que quer dar o próximo passo na sua carreira, se tornando O cara das vendas, sendo notado positivamente por onde passa.

Mas, você sabe o que é, e como ser um vendedor único e excepcional?

Compreende a importância de deixar sua marca?

Está disposto a deixar de ser APENAS mais um vendedor e se tonar um vendedor fora do padrão?

Responderemos essas perguntas (além de te explicarmos técnicas matadoras para o marketing pessoal) aqui nesse texto!

Você terminará a leitura entendendo os objetivos e razões desse tipo de técnicas, as principais dicas e como utilizar as redes sociais ao seu favor para fazer marketing pessoal.

Se ficar com alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, é só deixá-los nos comentários lá embaixo.

Boa leitura!

O que é, e quais são os objetivos do marketing pessoal.

marketing pessoal e seus objetivos.
Buscar uma promoção no seu emprego ou ser bem-visto pela sua equipe. Esses objetivos são comuns no marketing pessoal

Para quem trabalha com vendas, um dos tipos mais importantes de marketing é o pessoal.

Constantemente definido como “autopromoção”, ou apenas o ato de “se vender”, o marketing pessoal é muito mais do que apenas falar bem de si mesmo.

Na prática, ele é o tipo de marketing que gera uma promoção positiva dos seus valores e de quem você é.

Essa ferramenta é utilizada para fins de promoção pessoal, sempre visando um objetivo de sucesso.

(Antes que você tire conclusões, não pense que a promoção pessoal seja sobre manipular alguém a ter uma visão enganosa sobre você.)

Você vende a sua imagem? Sim.

Porém, o foco do marketing pessoal é na abordagem dos assuntos e objetivos sérios.

Muitas vezes uma estratégia de marketing pessoal envolve objetivos importantes, como:

  • Facilitar a entrada de um profissional no mercado de trabalho.
  • Busca por reconhecimento em uma profissão ou cargo.
  • Mudança de percepção de um funcionário pelo chefe ou superiores.
  • Criação de uma marca pessoal, com valores específicos.
  • Fazer com que um funcionário seja enxergado como um bom líder.

Vejamos como esse tipo de marketing pode influenciar a vida profissional dos vendedores.

A importância do Marketing Pessoal na vida profissional.

marketing pessoal e a vida profissional.
O marketing pessoal pode fazer muito mais pela sua vida profissional do que você imagina.

Um exemplo clássico, que demonstra claramente a importância do marketing pessoal, é a escolha do funcionário que receberá uma promoção no trabalho.

Vamos explicar melhor: imagine que dois funcionários partem do mesmo ponto inicial. Eles trabalham nos mesmos projetos, tem funções parecidas (ou iguais) e são bem-vistos igualmente.

Apesar de terem um desempenho parecido um com o outro, apenas um funcionário foi promovido e receberá uma função maior, com mais desafios e um melhor salário.

Primeira pergunta: vendo essa situação por alto, o que você sugeriria ter ocasionado a promoção de um funcionário, e não do outro?

Opa, segure a sua resposta!

Outro exemplo: você está no mercado, passando pela gôndola de comidas congeladas. Todas elas são iguais, certo? Apenas comidas congeladas.

De repente, você olha para uma embalagem cintilante, cheia de detalhes, e a pega.

Checa as informações nutricionais explicadas perfeitamente e como as instruções de uso estão claras e bem descritas.

O congelado tem uma embalagem funcional (fácil de descongelar, fazer e descartar) e parece bem fácil e rápida de ser feita.

Exatamente o que você precisava. Você compra aquele produto.

Segunda pergunta: o que fez você escolher este produto congelado, ao invés daquele? Eles não são todos iguais? Então, qual seria o ponto de diferenciação?

A resposta para ambos exemplos acima é uma só: vocês viram o marketing em ação.

Independente do produto, serviço ou pessoa, quem chama mais atenção positivamente, mesmo que comparado com outros iguais, normalmente é quem é escolhido.

Se você é apenas mais um, será tratado como apenas mais um. Simples assim.

Por isso, no segundo exemplo, a pessoa pode escolher dentre dezenas de comidas congeladas. A embalagem parecia bonita, informações explicadas com clareza e tudo parecia bem prático.

O marketing foi usado para demonstrar uma diferenciação clara de um produto para o outro!

A mesma coisa acontece com o marketing pessoal. Ele é usado para diferenciar um funcionário padrão, de outro funcionário padrão.

Se você se utiliza da promoção pessoal, e sempre encontra formas de se mostrar como o melhor, mais comunicativo e prestativo, com mais desempenho e diferenciais, aí você será notado.

Essa é a importância do marketing pessoal para a sua vida profissional.

Não se trata apenas de se exibir. Promoção pessoal é uma técnica séria.

Em meio a tantas informações, o avanço da internet e um estilo de vida recheado de cada vez mais estímulos a cada segundo, é necessário arranjarmos uma forma de sermos notados por quem nos interessa influenciar. E é exatamente aí que o marketing pessoal vem para te salvar.

Vamos ver abaixo exemplos de 3 atitudes de marketing pessoal que podem te ajudar nas vendas.

O marketing pessoal para vendedores: 3 razões para começar a fazê-lo hoje.

o marketing pessoal e as vendas
Para os vendedores, utilizar técnicas de promoção pessoal pode ser um ótimo negócio!

Um vendedor de sucesso precisa ter algumas cartas na manga.

Albert Einstein já dizia: “insanidade é fazer sempre a mesma coisa várias e várias vezes esperando obter um resultado diferente”

Se você quer resultados maiores, melhores e mais rápidos, precisa começar a utilizar técnicas diferentes, e que te farão chegar aos seus objetivos.

O marketing pessoal é uma dessas técnicas. Saber usa-la nas vendas pode te ajudar a vender mais.

Afinal, se você se vende bem, provavelmente conseguirá vender seu produto ao cliente.

Quer saber como? Vamos a 3 exemplos, na prática:

Uma boa comunicação vende em dobro.

Você pode vender carros em uma concessionária, jatinhos para o segmento de luxo ou livros para escolas e instituições de educação.

Independentemente do seu setor, se você não souber se comunicar bem nunca terá sucesso.

A boa comunicação é importante para o marketing, porém é o pilar do marketing pessoal.

É necessário sempre falar com segurança e clareza sobre si mesmo, ou sobre o seu produto. Demonstre que você tem pontos fortes e passe confiança para o cliente.

(se não souber uma resposta, demonstre com firmeza e segurança que irá atrás dela)

É essencial pronunciar com calma, e objetividade, todas as informações que o cliente precisa.

E caso ele não entenda de primeira, repita o processo até que ele entenda a mensagem com clareza.

Fazendo isso, você gera uma imagem que tem knowhow o suficiente sobre o produto, e que ele está falando com a pessoa certa.

Se o cliente voltar na loja em outro momento, irá te procurar. Saber se comunicar é saber se vender e vender o produto também. Lembre-se disso.

A sua aparência é importante.

marketing pessoal e a aparência
Saber como falar e se vestir são pontos essenciais para se promover corretamente.

Se você vende café em um espaço gastronômico alternativo, pode se vestir mais casualmente. (Não que o produto interfira na sua aparência, mas o ambiente interferirá.)

Isso ocorre porque um ambiente casual permite uma aparência casual.

Agora, quando falamos de ramos de atuação que exigem mais seriedade em seus locais, uma aparência mais adequada é necessária.

Da mesma forma que a comunicação interfere no marketing pessoal (na forma como as pessoas entendem o que você diz), a sua aparência também é importante ( a forma como as pessoas veem você)

Não é necessário extrapolar e querer se vestir acima da média só para se mostrar.

Mas é necessário que paremos um minuto e analisemos os seguintes fatores:

  1. Qual é o tipo do local que você trabalha?
  2. Como as pessoas se portam e se vestem ali?
  3. O seu cliente gostará de uma aparência mais casual ou mais formal?
  4. Qual vestimenta condiz com o seu produto ou serviço?

Só essas 4 perguntinhas já te darão um norte quanto ao que vestir. Sempre tenha em mente que o que tem dentro do livro é mais importante, mas as pessoas se interessam inicialmente pela capa.

A primeira impressão é a que precisa ficar.

Saber fazer uma apresentação de vendas é algo importante para o fechamento das suas vendas.

Agora, quando falarmos sobre apresentação pessoal (aonde vemos a nos mesmos), vemos uma importância tão grande quanto a apresentação de vendas de um produto.

Mostrar que você sabe se apresentar, e ser apresentado às pessoas, pode ajudar muito no que virá daí para frente.

Começar uma conversa com alguém que você não conhece, seja para vendas ou para uso pessoal, pode ser um pouco complicado, certo?

Entretanto, esses momentos são ouro para gerar promoção pessoal.

Veja, a pessoa não te conhece, não sabe nada sobre você. É um quadro branco de opiniões.

Você pode traçar a primeira impressão (positiva) apenas usando algumas técnicas, como:

  • Memorizar sempre o nome das pessoas apresentadas a você.
  • Quando for falar com elas em um segundo momento, as chamar pelos nomes.
  • Buscar sempre assuntos e hobbies em que a pessoa pareça ter afinidade.
  • Escutar atentamente o que a pessoa tem a dizer em todos os momentos.
  • Saber a hora de falar sobre você e a de falar sobre ela.

Parecem dicas fáceis, mas na prática elas fazem com que a pessoa gere afinidade por você, e a primeira impressão que ela vai levar será extremamente positiva. Não se esqueça, esse é um dos melhores momentos para fazer marketing pessoal.

Como as redes sociais interferem no seu marketing pessoal

Chegamos a uma ótima parte do post: as redes sociais.

Você já sabe a importância do marketing pessoal, e já entende como ele pode te ajudar não só a vender mais, como a ser um vendedor reconhecido positivamente.

Mas, como expandir essas técnicas para dentro da internet?

Ou você acha que o que você faz em suas redes sociais não afeta à sua promoção pessoal, está?

Hoje em dia, os maiores erros e deslizes acontecem na internet.

O motivo? As pessoas tendem a achar que estão protegidas e anônimas, e por isso começam a digitar tudo que quiserem, sem se importar com quem está olhando.

Esse é um erro muito comum, e deve ser evitado com apenas um mindset: Tudo que você falar, digitar ou expor publicamente será atrelado à sua marca pessoal (você). Então, é necessário muito cuidado e atenção na hora de dar qualquer opinião ou comunicar-se sobre qualquer coisa.

Antes de expor qualquer coisa na internet, pense: como será que você será visto expondo essa opinião? Ela tem valor à sua marca pessoal?

“Então quer dizer que não posso mais opinar sobre nada, sem manchar ou melhorar minha marca pessoal?”

Mais ou menos. Vamos dar um exemplo: supondo que você goste de andar de mountain bike.

Você pode falar sobre isso, tirar algumas fotos suas andando na sua bicicleta em algum lugar, e posta-las no Facebook ou até frequentar grupos de ciclistas, se tornando um entusiasta desse esporte.

Isso muda algo negativamente na sua marca? Não mesmo!

As pessoas vão te ver como alguém que curte esporte e aventuras, e que está sempre procurando se divertir com novos desafios. Expor isso é ótimo, e nem um pouco ruim ao seu marketing pessoal.

Agora, supondo que você fale muito sobre política criticando esse e aquele partido. Que demonstre claramente que odeia aquele ou esse político.

Quando você expõe esse tipo de opinião (opiniões mais fortes) nas redes sociais, como a sua opinião política por exemplo, você tende a ser classificado positivamente por uns, e negativamente por outros.

Aí, a sua marca pessoal pode começar a ser mal vista, mesmo que as suas vidas profissionais e pessoais estejam totalmente desvinculadas.

Esse tipo de exposição não é bom ao seu marketing pessoal.

As regras para manter a sua marca pessoal forte nas redes sociais são apenas 2:

  • Se mantenha fora de assuntos polêmicos, ou tente conectar sua marca pessoal o quanto menos possível com eles.
  • Seja sempre educado e comunicativo com suas opiniões.

Seguindo apenas essas duas regras, a sua marca pessoal será respeitada dentro da internet, e você não correrá risco de mancha-la sem querer.

Conclusão: Comece a fazer o seu marketing pessoal hoje mesmo!

E aí, já se sente pronto para montar sua marca pessoal e começar a desenvolver suas próprias ações de marketing pessoal?

Lembre-se que construir uma marca (mesmo que pessoal) demora um certo tempo.

Mantenha-se alinhado aos seus valores e focado no seu objetivo (seja ele ser reconhecido como referência em algo ou ser melhor visto pelo seu chefe)

Trate a si mesmo como um produto, e gere ações que promovam esse produto de uma forma inteligente.


Veja aqui como montar uma estratégia de telemarketing forte, e focada em resultados!

Leia nosso post completo sobre como ter um ótimo relacionamento com o cliente, e lucrar mais com isso.


Aja com bom-senso e nunca demonstre ser o que não é. Marketing pessoal não se trata de mentir para os outros, e sim se relacionar de uma forma plena e positiva para você.

Temos certeza que os resultados virão, e você sentirá que investiu seu tempo corretamente na sua promoção pessoal!

Se ficou qualquer dúvida, ou caso tenha alguma sugestão, deixe nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *