Posted in:

Benchmarking: Melhore sua estratégia e gere mais resultados

Conceito visa alavancar o crescimento de empresas de diferentes segmentos

Benchmarking (12)
Rate this post

O Benchmarking  é um termo que em inglês significa marca de referência, ou um padrão de excelência a ser seguido. No meio corporativo este conceito é aplicado com o objetivo de identificar melhores oportunidades para um negócio através de seu potencial de mensuração e comparação. O Benchmarking é muito utilizado principalmente por empresas que desejam conhecer melhor seus concorrentes.

Entre seus principais objetivos, está notificar possíveis melhorias a serem feitas em uma organização, tudo isso através da percepção identificada em outras companhias. Esta ferramenta leva o empresário a refletir porque outras empresas atingem determinadas performances, e o que será preciso adaptar em seu negócio para atingir tal resultado.

Em um universo cada vez mais competitivo, a comparação se tornou a base para grandes mudanças em diversas organizações. Afinal, receber um retorno mais objetivo sobre o que está caminhando positivamente, ou não, no mundo corporativo, auxilia executivos e empresários a tomarem as melhores estratégias e consequentemente a atingirem os melhores resultados para o seu negócio.

Diante desse cenário, o benchmarking é uma ferramenta essencial para alavancar o crescimento de empresas de diferentes segmentos. Além de identificar os melhores processos a serem seguidos, é uma estratégia diferenciada adotada por meio de insights vindos dos concorrentes, o que permite que a companhia passe a adotar formatos de trabalho mais redondos e eficazes.

Neste artigo iremos auxiliar você a criar sua estratégia de Benchmarking e alavancar os resultados do seu negócio.

Abaixo, confira os principais temas que serão abordados:

o   O que é um Benchmarking

o   Quais as funcionalidades e benefícios do Benchmarking

o   Tipos de Benchmarking

o   Passo a passo para praticar o Benchmarking

o   Como o benchmarking pode ajudar a ter melhores resultados

Benchmarking (6)

O que é um Benchmarking?

Tido como um ponto de referência para empresários que desejam alcançar sucesso no mundo dos negócios, o Benchmarking nada mais é do que a identificação das melhores práticas realizadas por empresas líderes do mercado. Seu principal objetivo é gerar grandes oportunidades e melhorias para alavancar negócios.

Através de um processo de investigação, este mecanismo consegue evidenciar de forma ordenada, quão eficientes são os processos desenvolvidos pela empresa em relação aos seus concorrentes. Após esta análise, é feita uma comparação entre  os resultados encontrados, onde é possível extrair novas ideias e estratégias a serem trabalhadas.

Um Benchmarking assertivo prevê que a empresa deve manter esta linha de raciocínio de forma contínua, visando assim, sempre comparar seus produtos ou serviços, além de suas práticas organizacionais internas, com outras do seu segmento.

Todas as informações adquiridas através de um Benchmarking são de extrema importância. Afinal, este conceito é uma forma de empresários adquirirem novos conhecimentos e até mesmo identificar o que está sendo feito de forma errada em seu negócio.

É muito importante ressaltar que a aplicação de um trabalho de benchmarking não se trata de copiar o que está sendo feito no mercado. A implementação desse processo está relacionada a adaptação de novas estratégias. Ele é uma forma de compreender o que os concorrentes estão executando, para então criar novos processos que tenham o mesmo nível de excelência que está sendo ofertado no mercado.

Benchmarking (1)

Quais as funcionalidades e benefícios do Benchmarking?

São diversas as funcionalidades e benefícios que o benchmarking é capaz de oferecer para as empresas. Este estudo visa fornecer uma captação melhor sobre as necessidades dos clientes e seu perfil. Outro ponto positivo é a possibilidade de obter informações estratégias de uma outra organização, através de estudos e observação de mercado. Ele fornece uma visão geral de potenciais melhorias e possíveis falhas.  

Além disso, a estratégia de benchmarking auxilia na formação de metas duradouras e alcançáveis, com o intuito de melhorar ainda mais as atividades desenvolvidas pela empresa. O Benchmarking atua como um verdadeiro alimentador para criação de novas estratégias e metas a longo prazo.

Os planejamentos que são elaborados através do trabalho de Benchmarking possuem 90% de chances de serem alcançados de forma efetiva. Isto porque, as metas passam a ser desenvolvidas tendo como alvo o alto desempenho, ou seja, o trabalho fica muito mais desafiador.

Uma das principais funcionalidades do Benchmarking está em criar um senso de melhorias dentro das organizações, mostrar novos níveis de desempenho, apontar melhores práticas a serem exercidas, além de motivar a competitividade ao levar a equipe a reconhecer novas oportunidades, desenvolvendo assim, seu poder de observação para o mercado.

Benchmarking (3)

Abaixo, confira os principais benefícios para organizações que utilizam a aplicação de Benchmarking:

1. Faz com que a empresa disponibilize sempre os melhores produtos e serviços para o mercado;

2. Torna o aperfeiçoamento da equipe um processo constante;

3. Melhora a comunicação da organização perante o mercado;

4. Os processos da empresa se tornam mais profissionais;

5. Os gestores passam a ter uma visão melhor dos processos e oportunidades que podem ser investidas;

6. Gera a capacidade de identificar possíveis falhas;

7. Ajuda a aumenta a lucratividade e reduz custos.

Benchmarking (9)

Tipos de Benchmarking

Atualmente, o aproveitamento do conceito de benchmarking dentro das organizações podem ser diversos. Porém, ao iniciar uma estratégia deste tipo, a empresa costuma estabelecer algumas regras, determinando assim quais processos, atividades e funções serão avaliados como parte de um programa de benchmarking.

Apesar das diversas aplicações existentes, o benchmarking possui um único objetivo que é tornar, através de novas estratégias, acessíveis e satisfatórias às necessidades dos clientes. Sendo assim, o conceito de benchmarking deve ser aplicado de acordo com as penúrias de cada empresa.

O processo de benchmarking possui etapas fundamentais para sua criação, que vão passar pelas fases de planejamento, análise, integração, ação e os resultados de tudo que foi observado. São elas:

  • Planejamento
  • Análise
  • Integração
  • Ação
  • Maturidade

Já os tipos de aplicação do benchmarking podem ser atribuídos em cinco principais. São eles:

Benchmarking interno: O ponto de observação neste quesito são as atividades internas da companhia. São feitos estudos para a implementação de melhores práticas que podem ser desenvolvidas pelos profissionais.

Benchmarking competitivo: Aqui o ponto de partida do estudo são os resultados alcançados pelos concorrentes e o que pode ser implementado para que o negócio também tenha esses mesmos resultados.

Benchmarking funcional: Neste quesito são avaliados o resultado do melhor processo, em relação a outros, dentro de uma mesma organização.

Benchmarking genérico: É possível identificar como é possível obter resultados através de empresas com diferentes tipos de negócios e serviços.

Benchmarking colaborativo: Serve como um ponto de referência para um processo de colaboração de algum tipo de grupo de empresas.

Benchmarking (10)

Passo a passo para praticar o Benchmarking

Para obter resultados através do benchmarking, é necessário criar antes de tudo critérios como comparabilidade, objetividade, adaptabilidade e continuidade. Sendo que cada um desses processos podem sofrer alterações de acordo com a aplicação do benchmarking. Todas estas  etapas requerem total atenção para que o planejamento do processo possa ir em frente.

Os estudos feitos por meio de métodos de benchmarking costumam ser bem objetivos e tem como escopo eliminar os processos que estão prejudicando a organização. Abaixo, confira um passo a passo para fazer a construção de um benchmarking dentro de uma organização.

1) Estipule um objetivo a ser analisado

Em um processo de benchmarking é necessário definir objetivos que devem ser estudados e comparados. Caso contrário, as informações adquiridas durante o processo de estudo terão sentido. Portanto, antes de começar qualquer pesquisa é importante definir os principais pontos em que será necessário efetuar melhorias. Em seguida, estabeleça quais as empresas que serão estudadas.

2) Analise as líderes de mercado

Ao estabelecer quais empresas farão parte do seu programa de benchmarking é importante levar em conta as que são consideradas referências em questões de excelência no mercado. É possível através de rankings identificar as melhores empresas em diferentes categorias. Não deixe de buscar essas informações!

3) Aprenda com os resultados e cresça

Ao desenvolver um processo de benchmarking é natural que o gestor, ou empreendedor adquira informações que podem ser grandes aliadas para o crescimento da empresa. Sendo assim, é de grande importância que todo esse estudo seja colocado em prática, identificando falhas e agindo para resolver problemas ou melhorar as práticas da sua empresa. É importante neste momento observar suas estratégias e como é possível adaptá-las aos novos processos descobertos.

4) Esteja atento aos concorrentes

Estar antenado sobre as atuações dos concorrentes é fundamental para obter sucesso no seu negócio. Por isso, busque monitorar como é o formato de trabalho de ambos, preços de serviços e produtos, políticas internas, entre outras informações que considere importante adquirir.

5) Faça deste processo uma atividade constante

Para aumentar a sua eficácia, o processo de benchmarking deve se tornar uma rotina dentro das organizações. Só assim será possível estar por dentro das novidades do mercado e da atuação da concorrência. Além disso, uma empresa de sucesso deve buscar sempre novas tendências a serem implementadas.

Benchmarking (4)

Conclusão – Como o benchmarking pode ajudar a ter melhores resultados?

O benchmarking é uma excelente ferramenta para se estabelecer as melhores práticas, em todos os setores das organizações, para tornar os resultados melhores e alcançáveis. Ao observar com atenção os diferentes tipos de benchmarking, o que se percebe é que a ferramenta é capaz de agregar um valor único, muito positivo para as empresas.

Afinal, quando utilizadas de maneira sistematizada, com disciplina,  as técnicas de comparação, orientam as pessoas e as empresas alcançarem resultados expressivos e a se tornarem referência no mercado em que atuam.

Continue aprendendo com esses outros artigos do nosso blog:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *